08/06/2018 18:01

PROTEÇÃO CONTRA ERROS

Ter o próprio negócio é o desejo de milhares de pessoas em todo o país. Segundo uma pesquisa do instituto Data Popular realizada em 2015, cerca de 38,5 milhões de brasileiros desejam ser profissionalmente independentes - 28% da população economicamente ativa.

E a primeira situação que todo empresário ou profissional liberal se depara no início de suas atividades, é a necessidade de contratar uma assistência contábil e jurídica para cumprir com as obrigações e responsabilidades legais que seu ramo exige.

O que muitas vezes não é colocado como prioridade nesse momento, é a proteção do patrimônio pessoal do empresário, sobre possíveis perdas ocorridas pelo desdobramento de ações movidas contra sua empresa.

E infelizmente esse tipo de situação vem se tornando muito comum nos últimos anos. Além das ações trabalhistas, que bateram recorde em 2015, chegando a 2,6 milhões de processos segundo dados do TST (Tribunal Superior do Trabalho); existem os processos cíveis sobre erros e omissões profissional (E&O).

Mas enquanto as ações trabalhistas concentram-se em empresas dos setores da indústria e serviços; as ações de E&O tem como principais alvos justamente os advogados, contadores e também profissionais da saúde - médicos e dentistas.

Isso porque, essas profissões possuem uma alta complexidade técnica, e condições adversas de trabalho no Brasil que agravam as chances de erros; como o sistema jurídico moroso, as legislações tributárias altamente complexas e dinâmicas, e hospitais em situações precárias de equipamentos e medicamentos.

A boa notícia, é que existe um seguro específico para esses casos, também conhecido como seguro de Responsabilidade Civil (RC) Profissional. Este seguro cobre prejuízos causados a terceiros, decorrentes de erros, omissões ou imperícia no exercício da atividade profissional. Ele garante, dentro dos limites contratados, o pagamento (ou reembolso) de eventuais prejuízos seguráveis pelo quais o segurado vier a ser responsabilizado.

Oferece também, a cobertura dos custos advocatícios gerados durante os processos, seja com honorários, laudos periciais ou documentações necessárias; permitindo ao segurado escolher seu próprio advogado, ou oferecendo uma equipe especialista no assunto.

Enquanto esse produto movimentou US$ 1 bilhão em 2015 nos Estados Unidos segundo relatório da Marsh & Mclennan Companies, no Brasil as contratações de RC Profissional somaram R$ 235 milhões. Embora ainda pouco difundido e pouco representativo no país, esse valor é 7 (sete) vezes maior que há 10 anos atrás.

Já as indenizações de seguro por E&O, representaram mais da metade (57%) do total das vendas nesse mesmo período, segundo a SUSEP (Superintendência de Seguros privados). O que mostra o crescimento ainda maior dos processos acionados contra profissionais.

Portanto, se você é empresário, ou profissional liberal, não deixe seus bens e reservas financeiras em risco. Procure a OESTE CORRETORA, e conheça nossa consultoria sobre este produto.

As principais coberturas desse seguro são:

  • Responsabilidade por atos danosos oriundos de erros e/ou omissões que ocasionam lesões ao cliente (corporais, materiais ou morais)?
  • Despesas de defesa em ações judiciais, cíveis, criminais e processos administrativos?
  • Extensão de cobertura para clínica, equipe médica e diretoria;
  • Perda de Prazos;
  • Extravio, perda ou roubo de documentos de clientes;

Riscos que esse seguro não cobre:

  • Erros por dolo, ou seja, aquele cometido com intenção de prejudicar o cliente?
  • Reclames trabalhistas?
  • Recusa de atendimento médico;
  • Reclamações que não estejam relacionadas com sua atividade profissional?
  • Devolução de honorários já pagos?

Eventos ocorridos em período anterior à contratação do seguro, ou anterior ao período cabível de reclamação.