Escolha uma das opções abaixo e entenda a melhor forma de proceder, em caso de ocorrência de algum sinistro.

Todos os reparos residenciais, seja elétrico, hidráulico, mecânico, de marcenaria, instalação, ou limpezas como calhas, telhados, caixa d’água ou de gordura, são cobertos pela Assistência Residencial contratada.

Antes de acionar a Seguradora, consulte sempre os serviços oferecidos pela sua apólice, e quantos atendimentos você tem direito durante a sua vigência. Isso porque cada serviço realizado equivale a um atendimento, e geralmente existem limites e/ou restrições.

IMPORTANTE: para o caso de chaveiro, geralmente não existe estas restrições. Mas é sempre importante consultar antes sua apólice.

Caso você tenha contratado o serviço que deseja, então ao ligue para a Central de Atendimento 24hs da sua Seguradora, informe o ocorrido, e solicite um atendimento ao local.

Se o seu equipamento, máquina, aparelho deixou de funcionar, ou percebe que sofreu alguma descarga elétrica e queimou, deve-se primeiramente levar esse equipamento a um técnico em eletrônica ou lojas eletrônicas autorizadas para uma avaliação das causas do incidente.

Se possível, tente também tirar fotos do equipamento, e do local onde ele se encontrava. Isso pode ajudar no atendimento ao sinistro.

Avise também imediatamente a OESTE, para entender demais procedimentos necessários para que o seguro venha a cobrir o evento, caso tenha cobertura.

Os técnicos, ou lojas autorizadas, farão um laudo técnico para você. Este laudo deve conter a data do incidente, as características do ocorrido, as causas do problema apresentado, estar devidamente assinado e carimbado com o CPF ou CNPJ do técnico, com demais dados cadastrais.

Se as causas apresentadas do dano ou queima do equipamento forem a variação anormal de tensão, curto circuito, calor gerado acidentalmente por eletricidade, descargas elétricas, eletricidade estática ou raios, elas se enquadram dentro da cobertura de Danos Elétricos.

A Seguradora garante o pagamento do valor do aparelho ou de seu reparo, até o Limite Máximo de Indenização contratado, já descontado a franquia estabelecida na apólice. Lembrando que, dependendo do contrato, pode haver cláusula de depreciação do valor do aparelho, conforme seus anos de uso.

Porém, se as causas do defeito ou não funcionamento, forem internas, ou de outra origem que não as descritas acima como, por exemplo, queda ou quebra de peça; você então deverá entender com o técnico ou loja autorizada qual a melhor forma de concerto ou troca do equipamento.

Caso tenha contratado a assistência de reparos a equipamentos eletrônicos, você poderá solicitar à Seguradora, o atendimento de um profissional especializado, para executar esta mão-de-obra. Lembrando que nesta assistência, qualquer necessidade de compra de peça ou material para o reparo, é de responsabilidade do segurado.

IMPORTANTE: nunca descarte nenhuma evidência do incidente, seja no próprio aparelho, ou na rede elétrica da sua residência, como fios queimados, ou lâmpadas estouradas. Isso poderá ser usado para comprovar a existência do Dano Elétrico.

Se você chegar em casa, e notar a falta de algum bem interno existente, bem como qualquer dano material ocorridos durante a simples tentativa de roubo ou furto, primeiramente chame imediatamente a Polícia Militar local através do número 190, para a realização de um Boletim de Ocorrência e perícia no local.

Em seguida mantenha a calma, acione a Seguradora, e a OESTE para comunicar o incidente e entender quais são as documentações necessárias para dar prosseguimento à cobertura.

IMPORTANTE: para garantir a cobertura do seguro, é fundamental que existia algum vestígio material do furto, ou do roubo. Seja por sinais de arrombamento, quebra de vidros, marcas nas paredes, grades, telhados, trincas em portas ou janelas, vídeo ou outra forma de comprovação. Caso contrário, poderá ser recusada a cobertura.

Se possível, tente também tirar fotos do equipamento, e do local onde ele se encontrava. Isso pode ajudar no atendimento ao sinistro.

Outro fato importante, é que salvo exceções de coberturas específicas, a grande maioria dos contratos não garante cobertura para dinheiro, joias, roupas e perfumes existentes no local. Fique atento, e consulte as Condições Gerais do seu seguro.

Se você notar algum início de incêndio, uma queda de raio dentro do terreno segurado, explosão de qualquer natureza e/ou qualquer substância, ou fumaça; a primeira coisa a se fazer é pedir ajuda, retirar as pessoas e animais do local, e chamar o Corpo de Bombeiros através do telefone 193. Nunca tente combater um foco de incêndio sozinho, a não ser que tenha preparo para isso.

Todas as despesas realizadas para providências de combate ao incêndio, salvamento, proteção dos bens e pessoas seguradas, e desentulho, serão cobertas pelo seguro, dentro dos limites máximos de indenização contratados.

Por isso, é fundamental informar imediatamente a Seguradora e a OESTE, para entender quais procedimentos deverão ser tomados, e acionar a inspeção técnica do local.

Caso o fogo ou a fumaça tenha atingido algum imóvel vizinho, seu seguro só irá garantir o pagamento dos danos causados os bens, pessoas e imóveis de terceiros, caso tenha contratado a cobertura de Responsabilidade Civil Familiar.

Após o controle da situação, tente tirar fotos do local, principalmente do foco do incêndio. A característica mais importante da cobertura de incêndio, é a existência da propagação dos seus danos.

IMPORTANTE: não desfaça de nenhum bem, e/ou autorize algum procedimento de remoção ou limpeza no seu imóvel ou de vizinhos, sem consultar antes a Seguradora, e ter autorização para isso. Provavelmente será realizada uma inspeção técnica no local, e você deverá aguardar este procedimento antes de se desfazer de algo.

Se a sua residência sofreu algum dano no telhado devido a um vendaval, chuva forte ou granizo, é muito importante que acione imediatamente a Central de Atendimento 24hs da sua Seguradora, informe o ocorrido, e solicite um atendimento ao local.

Informe também a OESTE para entender como proceder.

A primeira coisa a se fazer, é proteger a área destelhada, desligando todos os aparelhos eletrônicos do local, removendo móveis, e outros bens que possam estragar com a chuva.

Evite subir no telhado para fazer algum reparo, e colocar sua vida em risco. Solicite ajuda de um profissional especializado, de preferência da própria seguradora, que fará uma inspeção no local.

Se possível, tente também tirar fotos do local. Isso pode ajudar no atendimento ao sinistro. Caso as telhas ou parte do forro tenha atingido algum imóvel vizinho, seu seguro só irá garantir o pagamento dos danos causados os bens, pessoas e imóveis de terceiros, caso tenha contratado a cobertura de Responsabilidade Civil Familiar.

IMPORTANTE: não desfaça de nenhum bem, e/ou autorize algum procedimento de remoção ou limpeza no seu imóvel ou de vizinhos, sem consultar antes a Seguradora, e ter autorização para isso. Provavelmente será realizada uma inspeção técnica no local, e você deverá aguardar este procedimento antes de se desfazer de algo.

Caso algum incidente tenha quebrado algum vidro da sua casa, primeiramente remova as pessoas e animais do local para evitar algum acidente.

Realize a limpeza da área com cuidado, e se possível, tente também tirar fotos do local. Isso pode ajudar no atendimento ao sinistro.

Acione imediatamente a Central de Atendimento 24hs da sua Seguradora, informe o ocorrido. Informe também a OESTE para entender como proceder, e quais os documentos necessários para o atendimento.

Geralmente, o pagamento das despesas com substituição de vidros são feitas através de reembolso, respeitando as condições da cobertura contratada, as franquias se houver, e o limite máximo de indenização garantido. Porém, não tome nenhuma ação de compra ou instalação sem antes ter a autorização da Seguradora.

Se você identificou algum vazamento de tubulações sua casa, tente desligar o registro e então localizar o local do vazamento. Antes peça ajuda de um profissional para estancar ou concertar o vazamento, verifique se você possui a cobertura para Vazamento de Tubulações contratada na sua apólice.

Caso tenha, acione imediatamente a Central de Atendimento 24hs da sua Seguradora, informe o ocorrido. Informe também a OESTE para entender como proceder, e quais os documentos necessários para o atendimento.

A seguradora poderá enviar um profissional próprio, e solicitar uma vistoria no local, para a liberação dos reparos.